Deus seja Louvado.
Portuguese Chinese (Simplified) Dutch English French German Hungarian Russian Spanish
Histórico - Faculdade de Mococa

As Faculdades da Fundação de Ensino de Mococa - FAFEM foram criadas, inicialmente sob a denominação de Instituto de Ensino Superior de Mococa - IESMOC, por meio do Decreto Federal n°71.305, de 1° de novembro de 1972. O IESMOC (hoje FAFEM) iniciou seu funcionamento, sob mantença da Fundação de Ensino de Mococa, com os cursos de Biblioteconomia e Documentação (hoje extinto) e Pedagogia - licenciatura de 1° grau para as habilitações de Administração Escolar e Supervisão. 

Posteriormente, a Lei Municipal n° 1435, de 02 de Abril de 1982, instituiu a Fundação Municipal de Ensino Superior de Mococa - FUMEM, entidade autônoma, com sede e foro em Mococa - SP, incorporando, a partir deste ato, o Instituto de Ensino Superior de Mococa, até então mantido pela Fundação de Ensino de Mococa.

A Lei Municipal n° 1675, de 29 de dezembro de 1986, mudou a denominação da FUMEM, de Fundação Municipal de Ensino Superior de Mococa para Fundação Municipal de Ensino de Mococa. Posteriormente, a Lei Municipal nº 3.030, de 21 de setembro de 1999, alterou novamente sua denominação, passando à denominação de Fundação Municipal de Ensino de Mococa "Antonio Carlos Massaro", em vigor. 

Durante vários anos, as FAFEM abrigaram apenas os dois cursos iniciais. No início da década de 80, a licenciatura curta em Pedagogia passou para Licenciatura Plena com duas habilitações e, na década de 90, foram autorizadas novas habilitações para o curso de Pedagogia. Ainda nesta década, especificamente em 1992, a Instituição criou o curso de graduação em Ciências Contábeis, e em 1998 são autorizados os cursos de Ciência da Computação e Administração Geral - Ênfase em Marketing, hoje denominado apenas de Administração. 

Em 2002, é aprovada (Portaria CEE-GP n° 06, 08 de janeiro 2002) a mudança da denominação do Instituto de Ensino Superior Mococa, para a denominação de Faculdades da Fundação de Ensino de Mococa - FAFEM, vigente até hoje.

• Atos Regulatórios dos cursos de graduação e seqüenciais: 

- PEDAGOGIA: Autorização de Funcionamento: Decreto CFE n° 71.305 de 01/11/1972; Renovação de Reconhecimento: Portaria CEE/GP n° 103, pub. DOE de 15/04/2010. 

- CIÊNCIAS CONTÁBEIS: Autorização de Funcionamento: Parecer do CEE nº 840/92 de, 06 de julho de 1992; Decreto de 21 de outubro de 1992, pub. D.O.U. de 22/10/1992. Renovação de Reconhecimento: Portaria CEE/GP n° 104, de 15-04-2010. 

- ADMINISTRAÇÃO: Autorização de Funcionamento: Parecer CEE 389/98 - 23/07/98; Renovação de Reconhecimento: Renovação de Reconhecimento pela portaria CEE/GP n° 106, pub. DOE de 15-04-2010. 

- CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO: Autorização de Funcionamento: Parecer CEE nº 493/98 de 16/04/98; Renovação de Reconhecimento: Renovação de Reconhecimento pela Portaria CEE GP 409 de 10/09/2007 (cinco anos). 

- LICENCIATURA EM LETRAS: LÍNGUA E LITERATURA PORTUGUESA / LÍNGUA E LITERATURA INGLESA: Autorização de Funcionamento: Portaria CEE/GP n° 410 de 10 de setembro de 2007 (autorização prévia) e Portaria CEE/GP n° 105, pub. DOE de 13-04-2010 (autorização definitiva). NORMAL SUPERIOR (curso extinto): Autorização de Funcionamento: Portaria CEE/GP nº138/2005, de 20/05/2005; Reconhecimento: Portaria CEE GP 361 de 06/08/2007. 

- MATEMÁTICA: Autorização de Funcionamento: Portaria CEE/GP 411 de 10 de setembro de 2007. 

- Cursos seqüenciais: 

COMPLEMENTAÇÃO DE ESTUDOS - MAGISTÉRIO NA EDUCAÇÃO INFANTIL: Autorização de Funcionamento: Parecer CES/CEE n° 22/08, publicado no D.O.E. de 25/01/08; 

CURSO DE COMPLEMENTAÇÃO DE ESTUDOS - MAGISTÉRIO NAS SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL - Autorização de Funcionamento: Parecer CES/CEE n° 22/08, publicado no D.O.E. de 25/01/08. 

Atos Regulatórios dos cursos de Pós-Graduação Lato Sensu:

GESTÃO E CONTROLADORIA: Autorização de Funcionamento: Parecer 260/2003 aprovado em 25 de junho de 2006. 

EDUCAÇÃO ESPECIAL: Autorização de Funcionamento: Parecer CEE 259/2003 - Aprovado em 25 de junho de 2003. 

COMPUTAÇÃO: DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE PARA WEB: Autorização de Funcionamento: Parecer CEE 222/2003 - Publicado DOE em 02 de agosto de 2003. 

EDUCAÇÃO E PARÂMETROS CURRICULARES NACIONAIS: APROXIMAÇÕES E DISTANCIAMENTOS: Autorização de Funcionamento: Parecer CEE n° 35/2000 - Publicado no DOE em 02 de Agosto de 2003.

GLOBALIZAÇÃO, EDUCAÇÃO E CIDADANIA: Autorização de Funcionamento: Parecer CEE 57/98 - Publicado no DOE em 11 de Novembro de 1998. EDUCAÇÃO, 

MODERNIDADE E TECNOLOGIA: Autorização de Funcionamento: Parecer CEE 160/97 - Aprovado em 09/04/1997. TEORIAS PEDAGÓGICAS, SOCIEDADE E EDUCAÇÃO: Autorização de Funcionamento: Parecer CEE 820/95 - Aprovado em 20 de dezembro de 1995. 

DIDÁTICA DO ENSINO SUPERIOR: Autorização de Funcionamento: Parecer 120/95 - Aprovado em 08/03 de 1995.

Perfil atual da Faculdade de Mococa

A Faculdade de Mococa, com sede na Av. Monsenhor Demósthenes Paraná Brasil Pontes, 2131 - Cep. 13737-632 - Mococa/SP, tem quatro cursos de graduação, sendo um de licenciatura (Pedagogia) e três de bacharelado (Administração, Ciências Contábeis e Ciência da Computação). 

A partir de 2007 sob um convênio de parceria com a FUNVIC – Fundação Universitária Vida Cristã, a Instituição iniciou um processo de readequação de projetos políticos pedagógicos, ampliação de sua estrutura física e reestruturação do seu corpo docente.

Corpo docente

Ao final de 2006 as FAFEM/ISE possuíam 44% de professores mestres e doutores, hoje são 75% de professores mestres e doutores, com chances reais de se atingir 80% de mestres e doutores em 2011 com a conclusão de mestrado em andamento de alguns professores. A melhoria da titulação docente em cada curso também foi significativa neste período, a saber: 

Ciência da Computação: no início de 2007: 36% de mestres e doutores; em 2010: 78% de mestres e doutores.

Ciências Contábeis: no início de 2007: 67% de mestres e doutores; em 2010: 76% de mestres e doutores. 

Administração: no início de 2007: 57% de mestres e doutores; em 2010: 76% de mestres e doutores.

Pedagogia: no início de 2007: 54% de mestres e doutores; em 2010: 75% de mestres e doutores.

Além da política de aprimoramento do perfil docente no que tange à titulação, a Instituição vem se esforçando para possibilitar maior envolvimento docente junto à Instituição e hoje conta com professores com regime parcial e integral que estão à frente da coordenação dos cursos, da coordenação de extensão ou de projetos de extensão e de pesquisa.

No âmbito do ensino, da pesquisa e da extensão também são significativos os avanços, como a criação da coordenação de extensão em 2008, e institucionalização definitiva desta na Instituição, desenvolvendo novos programas e atividades, bem como os investimentos em novas tecnologias que aprimoraram, ampliaram e diversificaram os serviços de apoio ao aluno como a rede Wireless em todo o campus, o NEAD - Núcleo de Apoio Didático desenvolvido no sistema moodle, a Central de Coordenação de Estágio - CCE, um sistema informatizado gestor do estágio, a reativação da Empresa Junior - sob a nova denominação de EMPREM, o desenvolvimento de uma política de atualização e ampliação do acervo da biblioteca, novos laboratórios, novas sistematizações de acompanhamento pedagógico, entre outros. 

Neste início de século, a Faculdade de Mococa estão atentas às mudanças sentidas na sociedade global, bem como ao fato de que as relações entre as pessoas e organizações avançam de modo célere e contínuo. Decorrem de tais mudanças, novas demandas e potencialidades a serem desenvolvidas e, para tanto, os projetos pedagógicos dos cursos de graduação em funcionamento estão sendo reformulados, bem como, uma nova metodologia de ensino e aprendizagem estão sendo implantadas. 

Missão Institucional

A Faculdade de Mococa/ISE possuem como missão: Educar, produzir e disseminar o saber científico e estimular a criatividade por meio da valorização da cultura, formar pessoas críticas e reflexivas nas diferentes áreas do conhecimento preparadas para os diversos setores profissionais e atuantes no desenvolvimento da sociedade brasileira.

Finalidades

A Faculdade de Mococa/ISE, inspiradas no respeito, na ética e nos ideais de solidariedade humana, tem como finalidades: 

- a formação do cidadão comprometido com o processo de construção social; 
- o desenvolvimento da competência humana através da construção e reconstrução contextualizada do conhecimento;

- a preservação e expansão do patrimônio cultural; 

- o preparo da sociedade para o desenvolvimento e utilização da ciência e tecnologia como ferramentas para melhoria da qualidade de vida;

- o culto aos valores humanos;  

- e a preservação e uso consciente dos recursos naturais.

Objetivo Geral

A Faculdade de Mococa inspirada no respeito, na ética e nos ideais de solidariedade humana, tem como missão principal a educação, a produção e a disseminação do saber científico destinados a contribuir para a formação e o desenvolvimento do ser humano. 

Neste contexto, a Faculdade de Mococa objetiva formar "Seres Humanos" preparados intelectualmente, enriquecidos por princípios éticos, criadores de idéias e soluções nas suas profissões, aptos para liderar e atuar com cidadania e profissionalismo nas suas atividades locais, regionais, nacionais e internacionais.

Áreas de atuação:

- Cursos de Graduação, abertos a candidatos que tenham concluído o ensino médio ou equivalente e tenham sido classificados em processo seletivo; 

- Cursos Seqüenciais por campo de saber, de diferentes níveis de abrangência, abertos a candidatos que atendam aos requisitos estabelecidos em lei e IES; 

- Cursos de Pós-Graduação, compreendendo, sobretudo, cursos de Especialização, abertos a candidatos que atendam às exigências legais e às exigências das IES, podendo também desenvolver programas de mestrado e de doutorado obedecidas às exigências legais e às exigências da IES.

Informação Adicional:

A FUNVIC – Fundação Universitária Vida Cristã está aguardando a transferência definitiva da Faculdade de Mococa da FUMEM para FUNVIC, no Ministério da Educação, conforme documentação em andamento; sendo a FUNVIC gestora atual da Faculdade de Mococa.